Compreender a importância do catalisador

08 / 02 / 2022

Marketing

Compreender como funcionam os catalisadores e como solucionar problemas e corrigir esses componentes extremamente úteis – e inovadores – é uma habilidade obrigatória que o mecânico de motores precisa de possuir.  Este mês, a nossa equipa fornece um conhecimento profundo sobre o funcionamento, vida útil e falhas mais comuns do catalisador.

Como funciona o catalisador?

A principal função do catalisador é converter as emissões nocivas do motor, tais como monóxido de carbono e vários óxidos nítricos, em gases menos tóxicos, tais como dióxido de carbono e vapor de água, através de poderosas reações químicas.

Os catalisadores utilizam catalíticos — metais preciosos, tais como platina, paládio e ródio – que funcionam a altas temperaturas e aceleram reações químicas. 

Estes catalisadores são revestidos dentro da estrutura alveolar do catalisador para aumentar a área de superfície.  Quando os gases de exaustão entram em contacto, eles iniciam uma reação química para quebrar os gases nocivos e para os converter em formas menos tóxicas.

O números de catalisadores utilizados em cada veículo irá depender do tipo de veículo e do número de tubos de escape presentes.

Automóveis de última geração, por exemplo, utilizam dois catalisadores em sequência para minimizar as emissões nocivas, enquanto que os veículos com mais de um tubo de escape utilizam vários conversores em paralelo – um para cada tubo de escape.

Dito isto, a maioria dos veículos apenas utiliza um único catalisador no seu sistema de escape.

Como é que o mecânico do motor deteta um catalisador defeituoso?

Estes componentes duram, geralmente, até 10 anos e a maioria dos proprietários dos veículos pode nunca necessitar de reparar ou substituir as suas unidades durante a vida útil do veículo. 

Dito isto, os catalisadores podem ficar danificados ou tornar-se menos eficazes por várias razões, incluindo misturas ineficientes de ar/combustível, velas de ignição e sensores de oxigênio defeituosos e tempo incorreto do motor.

Na maioria destes casos, os catalisadores sobreaquecem e derretem a estrutura interna alveolar, reduzindo a sua eficácia operacional.

Os catalisadores também podem ficar total ou parcialmente entupidos devido ao anticongelante e vazamentos de óleo causados por juntas defeituosas, vedações de válvulas danificadas e pistões desgastados.

Hoje, existem alguns sinais indicadores de catalisadores defeituosos a que pode estar atento para um diagnóstico mais eficiente e preciso.

Falta de aceleração

O motor depende do fluxo eficiente dos gases de escape para funcionar a um nível ideal. Os bloqueios no catalisador podem restringir o fluxo de gases de escape, que prejudicam o desempenho do motor.

Alto consumo de combustível

O alto consumo de combustível é um efeito colateral da baixa aceleração – para obter mais aceleração, o motor injeta mais combustível nos pistões do que o normal, levando a uma baixa eficiência do combustível.

Ruídos de chocalho

Os mecânicos do motor podem notar um ruído de chocalho, quando um determinado veículo está parado ou está a ser conduzido, devido a um catalisador partido. As peças metálicas fora do sítio da estrutura alveolar podem entrar no motor através do silenciador, fazendo com que o veículo pare.

A luz de verificação do mecanismo vai acender

A maioria dos veículos modernos contém sensores de oxigênio que monitorizam a eficiência do catalisador. O sensor vai acionar a luz de verificação do motor se o catalisador estiver danificado ou a funcionar abaixo do nível ideal.

O cheiro de ovos podres nos gases de escape

Normalmente, a gasolina contém vestígios de enxofre, que se transformam em sulfureto e tem cheiro de ovo podre, durante o processo de combustão. Os catalisadores mascaram este cheiro convertendo sulfureto em dióxido de enxofre inodoro. As unidades defeituosas falham no processo de conversão.

Qual a melhor maneira de corrigir problemas relacionados com catalisadores?

A melhor forma que o mecânico do motor pode adotar para corrigir problemas relacionados com catalisadores  é substituir as unidades mais antigas por novas. Dito isto, se um catalisador não estiver fisicamente danificado, a limpeza da unidade pode restaurar a sua eficiência.

Os técnicos também podem aconselhar os seus clientes a utilizar combustíveis sem chumbo, que melhoram a eficácia do processo de catálise.

Otimizar como os catalisadores são usados é crucial para a nossa luta contra as mudanças climáticas

Quando se tratam de veículos modernos, os catalisadores desempenham um papel fundamental para garantir que os veículos cumprem os padrões de emissão e minimizam o impacto ambiental que o setor dos transportes tem no planeta.

Como tal, solucionar problemas e reparar catalisadores é uma habilidade que o mecânico de motores pode aprimorar para cumprir o seu trabalho e para garantir que o setor funciona da maneira mais sustentável possível.